terça-feira, outubro 20

Como é correr uma Maratona pela primeira vez?

2

Você já pensou em correr uma maratona? Está aí uma coisa que temos certeza que já passou pela cabeça de qualquer corredor, mas, como é correr uma maratona pela primeira vez? Qual o sentimento? Como é a preparação?

“Depois que você corre uma maratona, você é capaz de qualquer coisa!”

Já ouvimos muito essa frase dos nossos atletas, e com certeza esse é o sentimento que predomina após cruzar aquela linha de chegada dos 42km! Aliás, correr uma maratona é uma das maiores conquistas do mundo Running!

Algumas curiosidades sobre as maratonas

Antes de falar sobre todo o sentimento que envolve todo o processo que é correr uma maratona, vamos conhecer mais sobre ela. Você sabia que o nome Maratona, vem da cidade onde a primeira maratona foi iniciada em 490 a.C. por um soldado chamado Fidípides que foi correndo até Atenas para contar da vitória dos militares sobre os persas na Batalha de Maratona. Então, em 1896 , os primeiros Jogos Olímpicos Internacionais de Atenas prestaram uma homenagem à Fidípides e realizaram sua própria “Maratona”. No ano seguinte aconteceu a primeira Maratona de Boston.

Daí pra frente as maratonas acontecem por todo o mundo, e a cada anos milhões de atletas se desafiam na famosa distância de 42km. Atualmente (setembro de 2020) o recorde mundial de tempo em uma maratona pertence ao Queniano Eulid Kipchoge, que percorreu os 42.195 em 2:01:39 na Maratona de Berlim em 2018.

Foto: Maratona de Nova Iorque – Divulgação

Hoje existem milhares de eventos de maratona por todo o mundo, sendo considerada o maior evento de todos a Maratona de Nova Iorque, que contou com aproximadamente 50 mil atletas em sua última edição.

O início de um sonho de correr uma maratona

Antes de mais nada, saiba que você começa a correr uma maratona quando decide que vai correr uma maratona! Dizemos isso, porque envolve muito mais que correr, se alimentar corretamente, escolher e se inscrever na prova. Correr uma maratona é uma decisão emocional, você precisa desejar aquilo mais do que ninguém, seu corpo e sua mente precisam entender o quanto você sonhou por essa conquista! Você precisa fazer acontecer.

Durante toda a trajetória até essa conquista, você vai começar a notar que muita coisa vai mudar. O seu ciclo social não será mais o mesmo, seus amigos vão te ouvir falar sobre longão, pace, alimentação, e quando percebe, tudo que você pesquisa é relacionado a corrida de rua e maratonas. Inclusive, é à partir desse momento que você começa a viver cada etapa do processo que te leva a cruzar a tão sonhada linha de chegada da maratona!

Você treina por meses só pensando naquele objetivo, e quando finalmente chega a semana da prova, um turbilhão de sentimentos vem à tona, você passa a sentir uma adrenalina diferente, mesmo dias antes da largada.

Quanto mais próximo do grande dia, mais sentimentos como ansiedade, nervosismo e alegria surgem, é inexplicável a sensação, afinal você está há meses treinando! Nesse momento, chega a hora de você canalizar toda essa energia e focar a sua mente no seu principal objetivo: Cruzar a linha de chegada!

A tão sonhada linha de chegada! 

Sabe aquele dia em que você é a pessoa mais importante do mundo? O dia em que você se sente capaz de realizar qualquer desafio? Esse é o dia da sua primeira maratona. Aliás, você praticamente não dorme na noite anterior, apesar de saber que é extremamente importante estar descansado para o dia seguinte. Tudo está pronto, é “só” ir lá e correr!

Assim, você corre, e a cada quilômetro que deixa para trás o seu coração bate mais forte, é impossível não se emocionar várias vezes ao longo do percurso. Inclusive, prepare-se para lutar diversas vezes contra sua mente, principalmente ao vencer a maior distância que você já fez em um treino, porque geralmente você nunca corre 42Km antes do dia da prova, ou seja, você experimenta o novo.

Enfim, ao ver o pórtico de chegada e ao cruzar aquela linha, você se sente um super-herói. Todo o cansaço, dor, e tudo que passou ao longo desses meses valeram à pena. Em conclusão, todo maratonista é um super-herói, eles não existem apenas no cinema.

Foto: Wolf Series Nova Odessa 2019

A dica de ouro

Enfim, a maior dica que podemos deixar para você que chegou nesse texto pensando em correr uma maratona: curta o momento, ele é único na vida. Curta os treinos, curta a ansiedade, curta tudo que envolve esse processo e se sinta a pessoa mais invencível de todas após realizar essa conquista.

E então, bora correr uma maratona? Definitivamente, depois desse texto fica difícil não sair pesquisando sobre qual vai ser a sua primeira prova de maratona e já falar com o treinador para iniciar os treinos!

Inclusive, nós aqui da Chelso Sports recomendamos que você sempre tenha acompanhamento de um treinador e um nutricionista para correr uma maratona, aliás, para qualquer distância! Faz toda a diferença.

Aliás, aqui no blog temos também um outro texto com um passo a passo para correr sua primeira maratona cheio de dicas que vale a leitura!

Conta pra gente, gostou desse texto? Já correu uma maratona e quer compartilhar seu sentimento com a gente também? Então, deixa seu depoimento aqui nos comentários que vamos adorar ler!

Em nosso site você encontra diversos eventos de corrida de rua, maratonas presenciais e virtuais. Então da uma olhada no nosso calendário e se desafie com a gente! Já nos segue no Instagram e Facebook? Por lá sempre trazemos conteúdo legal para nossos atletas também, bora fazer parte do nosso Timee!!

Compartilhe.

Sobre o Autor

Chelso Sports

Chelso Sports atua há 13 anos conectando pessoas ao esporte. Possui em seu calendário desafios presenciais e virtuais de diversas modalidades. Acesse nosso calendário de eventos e saiba mais!

2 Comentários

  1. Avatar

    Boa noite,
    Quando fiz minha primeira maratona que foi em 2001 em São Paulo realmente eu não estava preparado 100%, então a prova realmente foi um pouco penosa por este detalhe de não estar preparado para correr 42 km! Realmente você tem que fazer rodagens aproximando ao máximo do objetivo. Eu havia feito uma prova no litoral de 30 km meses antes e achava que estava bem mas a gente se engana. Foi um aprendizado muito bacana prá mim porque nas outras maratonas eu já fui bem mais condicionado fisica e psicologicamente! Em 2005 eu encarei outra e mais ou menos no quilometro 32 eu encostei num rapaz que estava caminhando e perguntei se estava tudo bem, ele disse que estava com dor, eu pensei, pode ser uma dor contundente, perigosa mas ele disse que era caimbra, aí eu falei, faz um leve alongamento e vamos embora, ele deveria ter uns 23 anos, eu tinha quase o dobro e eu acabei puxando ele até o fim da prova! O rapaz ficou muito emocionado, era sua primeira maratona e eu fiquei contente também. São fatos e muitas histórias que guardamos com carinho na nossa memória desses 25 anos de pedestrianismo!!!

    • Chelso Sports

      Olá Marcel!! Tudo bem? Muito obrigada por compartilhar essas histórias incríveis com a gente, Realmente estar preparado faz toda diferença e espero que esteja gostando de nossos conteúdos! Abraços

Deixe seu Comentário